Paramos recebeu a Festa do Emigrante e do Vareiro

emigrante 1

Durante quatro dias foram muitos os que se deslocaram à pequena localidade e fizeram da festa um sucesso.

A Festa do Emigrante e do Vareiro arrancou com uma noite dedicada ao folclore, com a presença do Grupo Folclórico de Paços de Brandão, do Rancho Folclórico as Ceifeiras de Canedo e do Grupo de Danças e Cantares de Rio Meão. O cantor Marcus Machado com os êxitos “Mulher solteira” ou “Ela quer dançar” aqueceu o palco para a atuação do paramense Jorge Bandeira, a 14 de agosto. O Grupo Tekos arrastou uma multidão de fãs e presentearam todos os presentes com um espetáculo surpreendente.

Conforme era de prever, a 16 de Agosto, foram muitos os que não quiserem perder a presença de Herman José na Praia de Paramos. O artista é visto como a maior referência do humor em Portugal e é muito acarinhado pelo público. Durante mais de 90 minutos subiram ao palco algumas das principais personagens criadas por Herman José, desde José Estebes a Serafim Saudade, mas também Maximiana, Tony Silva e o Nelo. A noite foi dedicada ao humor e à música, o público ia respondendo com gargalhadas e cantarolando alguns dos grandes êxitos como “Bamos la cambada”, “Saca o Saca-rolhas”, “Canção do Beijinho”, “És tão boa, És tão boa”.

Já na sessão solene de homenagem ao Emigrante, dia 15 de agosto, em representação da Autarquia Espinhense, esteve o Presidente da Câmara Municipal de Espinho, Pinto Moreira, juntamente com o Presidente da Junta de Freguesia de Paramos, Manuel Dias. Ainda no dia 15 realizou-se, na Capela de S. João, a missa dedicada ao Emigrante.

De salientar ainda que a Associação Paramos em Movimento conseguiu angariar seis cadeiras de rodas que serão entregues oportunamente a duas instituições da freguesia.

A Festa do Emigrante e do Vareiro contou com o apoio da Junta de Freguesia de Paramos e da Câmara Municipal de Espinho.

Fotos: DR
Fonte: Espinho.tv