Get Adobe Flash player

O Tempo

15°C

Nuvens Dispersas
Humidade: 94%
Vento: Oeste com 2.6 kmh
Sábado

11°C | 19°C
Domingo

11°C | 19°C
KWeather is powered by Kaleidoscoop
Real time web analytics, Heat map tracking
Hoje118
Total174198

Visitantes Online

1
Online

30-09-2016

Portal da Freguesia de Paramos

Eleições Legislativas 2015 - Resultados em Paramos

As eleições para a Assembleia da República, também designadas como eleições legislativas portuguesas de 2015, realizaram-se no dia 4 de outubro de 2015, domingo. Os resultados na freguesia de Paramos são os seguinte:

autarquicas 2015 paramos espinho

Oporto Golf Club comemora 125 anos

oporto golf 125 anosO Oporto Golf Club completa este sábado (03-10-2015) 125 anos e a sua direção, segundo o vice-presidente, tem como principal objetivo manter-se "fiel à tradição" e dar "prioridade" aos seus "cerca de 600 associados e 370 praticantes".
Ouvido pela agência Lusa, Alfredo Almeida acrescentou tratar-se de "de um clube onde se sente e vive o golfe".
"Temos muito orgulho nisso. Não é um campo comercial", completou.
O dirigente realçou que o Oporto Golf Club é o "terceiro mais antigo da Europa continental" ligado a este desporto e o "primeiro criado na Península Ibérica", acolhendo um dos torneios jogados sem interrupções há mais tempo no mundo.
Fundado em 1890 por ingleses radicados no Porto, "todos ligados ao comércio do vinho do Porto", o Oporto Golf Club situa-se em Paramos, uma localidade a sul de Espinho.
O campo, apto a receber provas oficiais, desenvolve-se junto à linha costeira e destaca-se dos demais por ser um espaço "natural", sem qualquer intervenção humana. Foi o primeiro percurso de 18 buracos existente em Portugal.
"É considerado um falso [campo] fácil", resumiu Alfredo Almeida, observando que é ao fim-de-semana que a estrutura tem mais procura.
No século XIX, o clube era só para homens e muito fechado. Só em 1932 é que as mulheres passaram a poder ser também sócias do Oporto.
O primeiro português admitido como sócio foi o "famoso [Fernando] Nicolau de Almeida, cerca de 50 anos depois" da fundação do clube, referiu Alfredo Almeida. Todavia, manteve-se a proibição de os não britânicos participarem em assembleias gerais.
Conhecido por ser o pai do vinho Barca Velha, do Douro, Fernando Nicolau de Almeida, seria mais tarde eleito presidente e os seus descendentes são agora associados.
Hoje, não há ali quaisquer barreiras. "Temos sócios de todas as classes sociais", disse Alfredo Almeida.
O vice-presidente negou que o golfe seja um desporto elitista e caro. "Foi. Hoje, é acessível a muita gente", considerou, informando que os sócios pagam cerca de 1.000 euros por ano.
A tradição ainda é o que era no Oporto, referiu ainda. As instalações são de "estilo inglês" e o clube "é, por exemplo, dos poucos que em Portugal têm ‘caddies’ [pessoa que carrega os tacos do golfista]".
No Oporto Golf Club, alguns ‘caddies’ são "pescadores daquela zona" e, segundo afirma Alfredo Almeida, alguns "jogam muito bem golfe".
O dirigente afirmou à Lusa que o futuro passa por "manter a qualidade do campo", assegurada por "entre oito a dez jardineiros", e as tradições, "dando prioridade aos sócios", que são hoje um pouco menos do que eram antes da crise que se abateu sobre o país.
Os 125 anos do Oporto Golf Club serão comemorados este sábado com um torneio e depois com um jantar no Casino de Espinho.

 

Fonte: Sapo Desporto | Foto: Lusa

Festa das Coletividades 2015

 

festa coletividades 2015 

31 Julho - sexta feira
15h00 - Abertura oficial da festa
20h00 - Jantar convívio no local
21h30 - Concerto da Banda União Musical Paramense
23h00 - Special music - Anos80/90

1 Agosto - sábado
10h00 - Futebol Infantil (dos 6 aos 14 anos)
12h00 - Almoço
15h00 - Futebol Jogo de Veteranos
16h00 - Núcleo de Estrelas de Lourosa
19h00 - Missa Campal
20h00 - Jantar
21h45 - Atuação da banda Estrelas Incomparáveis
22h00 - Festival de Estrelas Iluminadas
22h15 - Sessão Solene e homenagens
22h45 - Continuação da atuação dos Estrelas Incomparáveis

2 Agosto - domingo
9h30 - Torneio de Sueca
11h00 - Sessão de Ginástica para todas as idades
12h00 - Almoço
15h30 - Festival Internacional de Folclore
- Rancho Regional Recordar é Viver de Paramos - Espinho
- Grupo de Danças e Cantares de Nogueira - Oliveira de Azeméis
- Group Ogranak Seljacke Sloge Busevec - Croácia
21h30 - Jorge Bandeira (com surpresas)
24h00 - Encerramento

 

 

 

Bandeira Azul hasteada em Paramos

baneira azul hasteadaConcluídos cerca de cem metros da obra de defesa da costa na Praia de Paramos, a promessa feita na cerimónia do hastear da Bandeira Azul na Praia da Baía, em Espinho, foi cumprida: O galardão da Bandeira Azul foi hasteado na Praia de Paramos precisamente no dia previsto, hoje, dia 15 de Julho.
A Praia de Paramos ficou, com este momento solene, apta a receber os veraneantes com todas as condições de segurança e qualidade exigidas a uma praia de excelência, agora requalificada.
Nesta cerimónia estiveram presentes o presidente da CME Pinto Moreira, o presidente da Assembleia de Freguesia, Américo Castro, Manuel Dias, presidente da Junta de Freguesia, os vereadores Leonor Lêdo Fonseca e Quirino de Jesus e o chefe de Divisão CME Joaquim Sá. Pela Safetynor esteve presente Alvaro Brandão. Cerca de duas dezenas de paramenses também quiseram marcar presença neste momento solene.
Manuel Dias, presidente da Junta de Freguesia de Paramos quis demonstrar a sua satisfação pela atribuição da “Bandeira Azul e da Bandeira Qualidade Ouro à Praia de Paramos mais uma vez o que demonstra a qualidade da praia e da água da nossa praia”. Manuel Dias aproveitou o momento e agradeceu ao “presidente Pinto Moreira” pedindo desculpa “se alguma vez fomos inconvenientes na nossa insistência mas estamos de acordo que hoje estamos perante uma excelente praia”. O paramense aproveitou igualmente para agradecer ao “engenheiro Sá, aquiteto Álvaro Duarte e a todos os vereadores” por se ter conseguido “uma praia que a todos agrada” e beneficiar de “uma obra que protege pessoas e bens”.
Por seu turno, Pinto Moreira, presidente da CME, reconheceu a importância de “todos os envolvidos na obra de defesa da costa, incluindo autarquias, técnicos e o próprio empreiteiro”.
Pinto Moreira realçou “as intempéries fustigantes da natureza “ que degradaram a zona e congratulou-se pelos “dois milhões de euros que foram canalizados para as obras de defesa da praia e da população de Paramos”. O autarca valorizou o esforço feito na defesa “dos vossos bens e sobretudo das vossas vidas”. Pinto Moreira asseverou que “não foi nada fácil conseguir este investimento” mas garantiu que “temos a consciência que deve ser feito ano após ano” por força da “erosão costeira cada vez mais agressiva”. O edil ainda manifestou o desejo de que o “Estado Central nos ajude sempre a procurar trazer os investimentos necessários para estas zonas que são mais fragilizadas”.
A finalizar, Pinto Moreira testemunhou a sua “satisfação pelo resultado final pois a Praia de Paramos está mais bonita e espaçosa que há um ano atrás”.


Fonte e imagem: Paulo Duarte, Espinho Alerta

Inauguração das Hortas Comunitárias

 

hortas comunitarias paramos 2015 01   hortas comunitarias paramos 2015 02   hortas comunitarias paramos 2015 03       hortas comunitarias paramos 2015 05

 

Foi inaugurada a área de cultivo das hortas comunitárias para usufruto dos moradores do Bairro Social da Quinta de Paramos, na passada terça feira (26 maio).
Pinto Moreira, Presidente da Câmara Municipal de Espinho esteve presente na inauguração, juntamente com a Vereadora da Ação Social Leonor Fonseca, Presidente da Junta de Paramos, Manuel Dias e outras entidades convidadas bem como técnicos municipais da área da ação social, da Lipor e do Centro Social de Paramos e aproveitou o momento para realçar que estas hortas servem o propósito de ensinar aos seus destinatários a aprenderem a "viver em comunidade e a partilhar os espaços comuns", por forma a tratarem "bem deste espaço público (bairro) e desta horta". A Junta de Paramos deseja que este novo espaço destinado aos moradores do Complexo Habitacional da Quinta de Paramos, seja um espaço dedicado a rentabilizar os seus tempos livres e a mostrar as suas capacidades para o desenvolvimento de uma área de terreno abandonada e que agora tem nova vida.